Escolha uma Página

Ferrer funde R&B, música eletrônica, pop e funk retrô em EP de estreia. Ouça (Re)birth!

Registro foi lançado pela Subterrâneo Records nesta sexta-feira (10).

R&B, música eletrônica, pop e funk retrô são alguns dos gêneros presentes em (Re)birth, ótimo EP de estreia do músico baiano Ferrer. O registro, que conta com quatro faixas e foi lançado nessa sexta-feira (10 de março) pela Subterrâneo Records, surpreende principalmente pela versatilidade musical e pela potência vocal do artista, que conta com influências bem diversificadas.

Vivendo no pacato bairro Vila Laura, em Salvador, Ferrer se interessou por música já na infância. Aos 9 anos, já demonstrava fascínio pela mundo artístico ao imitar e criar coreografias de seus artistas favoritos. Na adolescência, o amor pela música persistiu. Quando o jovem soteropolitano tinha 15 anos, voltou sua atenção ao canto, usando como inspiração os grande nomes do pop e do R&B dos anos 80 e 90, como Mary J Blige, Patti Labelle e Madonna.

Muito embora tenha os anos 90 como principal referência, Ferrer também criou, antes mesmo de começar a cantar, fortes vínculos com a disco music e o funk dos anos 70 e 80, o que só torna mais evidente sua versatilidade. Recentemente, deu início a uma parceria que tem se mostrado tanto reveladora como frutífera no descobrimento de Ferrer como compositor, com seu mais novo produtor musical, Felipe Pomar, do selo Subterrâneo Records.

Confira a tracklist e ouça (Re)birth abaixo.

1. Inside
2. Faint-Hearted
3. Give Yourself Tonight
4. Downfall

Sobre a Subterrâneo Records

Felipe Pomar e Frederico Santana são irmãos e têm em comum o gosto pela música. Em 2003, eles tiveram a ideia de montar um selo de produção musical, um espaço onde artistas se encontrariam pela vontade de fazer música e mostrar o que sabem, sem pretensões comerciais e livres da pressão do mercado fonográfico. Assim surge o Subterrâneo Records.

A proposta do Subterrâneo Records é popularizar música livre, experimentando coletivamente uma nova tendência de criar e assim se tornando uma espécie de cooperativa de artistas com o objetivo único de desenvolver e perpetuar a boa música.

“O pensamento do Subterrâneo Records é dar liberdade total aos artistas na construção de sua obra, auxiliando no desenvolvimento da ideia original, no tratamento técnico e na distribuição final do projeto, participando assim ativamente de todas as etapas do processo de produção da obra”m explicam os idealizadores.

0 comentários

Diga algo! Adoramos saber a sua opinião.

Pin It on Pinterest